16 de setembro de 2014

E eles chegaram: iPhone 6 e iPhone 6 Plus


Como se esperava, a Apple anunciou hoje a sua nova geração de iPhone, em dois tamanhos diferentes: 4.7 e 5.5 polegadas. E a exemplo dos anos anteriores, o design externo é muito similar ao que já tinha sido divulgado pelos rumores.

Tela maior







































A tela do iPhone realmente ficou maior como desejavam alguns (e temiam outros). O modelo “menor” será chamado de iPhone 6 e deverá agradar aos atuais usuários do iPhone, enquanto que o maior, de 5.5, se chamará iPhone 6 Plus deverá a princípio ser chocante para quem usa a marca há mais tempo. Nós falamos sobre isso em um artigo anterior.

Tecnologia NFC

É engraçado, mas em nenhuma parte da apresentação a Apple tocou no nome “NFC”. Mas isso fica evidente ao demonstrar as máquinas de pagamento usadas no Apple Pay. 

Conectividade 4G / Wi-Fi

O novo iPhone ganha algo que sentimos falta no ano passado: Wi-Fi 804.11ac. O padrão, capaz de suportar velocidades 3x maiores quando conectado em modems/roteadores que suportam a tecnologia. Outro ponto que deve deixar muita gente feliz é que todos os modelos do iPhone 6 comprados nos Estados Unidos suportarão a banda 7 (2.600MHz) do 4G LTE, o que significa que serão compatíveis com a rede 4G brasileira. Isso sempre foi um problema para quem prefere comprar o aparelho em outro país.

















Câmera fotográfica

A Apple não aumentou o número de megapixels da câmera, mas melhorou ainda mais as imagens. Seu novo sistema de LENTES permite realizar o foco de maneira muito mais rápida. Além disso, agora o aparelho identifica rostos mesmo que alguns estejam mais distantes que outros. Neste ponto, o iPhone 6 Plus terá uma vantagem, a estabilização ótica de imagem, que funciona com o chip A8, o giroscópio e o coprocessador de movimentos M8. Juntos eles analisam dados de movimentos e movem a LENTE com precisão para compensar uma tremida de mão em ambiente com pouca luz. A combinação de imagens com muita e pouca exposição também ajuda a reduzir o desfoque. Com esta integração de hardware e software, você consegue tirar fotos melhores em ambientes com pouca luz. 

Muitos reclamaram da LENTE que fica “para fora” do aparelho, mas ela é assim devido a necessidade da Apple em deixar o aparelho mais fino. O iPod touch já é assim há dois anos e nunca ninguém reclamou. Este modelo estará disponível no dia 19 de setembro, em 9 países: Estados Unidos, França, Alemanha, Japão, Austrália, Cingapura, Hong Kong, Canadá e Reino Unido. Nos Estados Unidos, os preços continuam os mesmos, com o modelo mais barato custando, sem contrato com operadora, por US$649,00 (mais taxas). No Brasil, adivinhem, não há nenhuma previsão ainda.

Nenhum comentário: