18 de dezembro de 2013

Um vídeo-game para carregar no bolso

Talvez você ache que estamos ultimamente falando muito de games, e é verdade. Mas diante de um lançamento como esse, não poderíamos ficar calados.

Se você é um Mobile Gamer certamente vai ficar maluco com esta novidade. Já falamos inclusive no último Technauta Cast sobre o potencial que os mobile devices tem no futuro dos jogos. Nós do Technauta acreditamos piamente que no dia em que os dispositivos mobile conseguirem atingir a experiência gráfica e sonora dos consoles e PCs, começará uma nova era dos games.

Uma era em que tudo definitivamente estará no seu bolso e você poderá optar por jogar o seu jogo em qualquer TV, a qualquer momento. Pensando nestes esperançosos Mobile Gamers, a Samsung acaba de anunciar o Samsung's Game Pad, um joystick portátil que acopla o seu celular e te dá todo o conforto de qualquer outro controle. Em uma época onde as telas de celular estão cada vez maiores, o acessório vem para melhorar ainda mais a jogabilidade e conforto. O ponto positivo é que ele se conecta por Bluetooth. O negativo é que necessita de pilhas.

Mas não para por aí. Obviamente você também pode transformar o seu celular em um console, como verá no vídeo abaixo. Para isso, é só você não acoplá-lo no joystick e usá-lo de hub para sua Tv. Voilá, você tem um video-game!

A Samsung está de olhos bem abertos para um mercado que a Nintendo insiste em ignorar. Os usuários agora podem contar com um excelente joystick, aliado aos games da Google Play, mas também a todos os jogos de Nintendo 64 e Super Nintendo através de seus emuladores, como já falamos aqui no blog.

A Nintendo precisa entender que o seu portátil Nintendo DS é um ótimo produto mas tem um público específico e mais jovem que, definitivamente, não é o mesmo que possui um Galaxy Note 3. Nenhum usuário do segundo grupo citado irá comprar um Nintendo DS se ele pode ter no seu próprio celular, todos os jogos da Nintendo.

A gigante do Super Mário já poderia ter criado seu joystick para os celulares. Poderia também já ter criado um App oficial da empresa, para você baixar os jogos antigos. Mas não, prefere acreditar que não se infiltrando no universo da telefonia móvel, vai fazer com que as pessoas corram para comprar o seu DS. Ingenuidade tem limite, não é mesmo?

Talvez os radicais dos consoles virão com o argumento óbvio e até correto de que eles estão na frente, têm os jogos mais modernos e não vêem motivos para ter este equipamento. A resposta a eles, é muito simples: Você prefere ter uma Ferrari dentro de um apartamento, ou um Mini Cooper na garagem?

Nenhum comentário: