8 de agosto de 2013

Família Lumia: sempre cabe mais um?

Quando o Windows Phone foi lançado, a Nokia trouxe os modelos Lumia 710, 800 e 900. Era simples entender as diferenças entre eles, suas vantagens e obviamente seus preços.

Agora, com o Windows Phone 8, vieram muito mais modelos da linha Lumia e isso acabou confundindo muita gente, por causa do excesso de opções. Modelos 520, 620, 720, 820, 920, 925 (que nem chegou e já é tratado como defasado) e o 928 (que não virá ao Brasil).

E agora vem aí o Nokia Lumia 1020, o Top de linha da série (pelo menos por enquanto). O aparelho foi anunciado no mês passado. Ele roda Windows Phone 8 através de processador dual-core de 1,5 GHz e 2 GB de RAM, e oferece opções de armazenamento de 32 GB e 64 GB, sem slot para microSD. A tela do Nokia Lumia 1020 é de 4,5 polegadas com resolução HD e Gorilla Glass 3.

A câmera é seu destaque, com incríveis 41 megapixels, lentes Carl Zeiss, sensor de 1/1.5" e tecnologia PureView. A frontal também não decepciona, com 1,2 megapixel. A bateria de 2.000 mAh fecha as especificações. O preço e a data exata de lançamento no mercado brasileiro não foram confirmados.

Obviamente o grande foco do aparelho é a câmera. Para chegar a uma qualidade de 41 megapixels, os engenheiros acabaram acoplando lentes especiais, o que deu ao aparelho uma aparência híbrida de celular-câmera que pode não agradar muita gente. Ele ainda pode receber acessórios para o aumento de performance, mas sempre em função da câmera.

Será que o público em geral dá tanto valor à qualidade de fotos para investir em um aparelho assim? Só o tempo dirá.

 

Nenhum comentário: